Meu segundo ano no DevDay

Bom dia pessoal!

Como estão?

Para aqueles que já são ou conhecem Belo Horizonte, devem ter ouvido falar ou já foram no DevDay.

DevDay?

É um evento anual, realizado na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), com diversos temas na área de tecnologia.

Este evento conta com, além dos diversos temas e um gigante número de participantes, palestrantes vindos de todo o Brasil.

Além disto, conta com toda uma infraestrutura completa, e apoiando a diversidade como um todo.

Cheguei a comentar com um amigo que nunca havia participado de um evento tão completo.

Você ter uma interprete nas palestras, para deficientes auditivos, é sensacional. É uma organização pensando em TODOS.

Além do reencontro com diversos conhecidos e amigos, acabei encontrando uma galera no Stand da Maxmilhas, que por muita coincidência trabalham com umas das pessoas mais importantes na minha carreira profissional, até hoje.

Félix, se ler este post, um super beijo e abraço!

Obrigada a todos os envolvidos na organização deste super evento e por confiarem novamente, em meu trabalho para a comunidade!

Sala cheia e o assunto da vez foi: “Mundo DevOps aplicado a TI & não Ti”

Este foi meu segundo ano, como participante e palestrante \o/

Obrigada a todos que estiveram presentes em nosso bate-papo. Espero que tenham gostado.

Até o DevDay 2019 🙂

Women @ Microsoft Communities

Olá pessoal!

No último dia 28/03, tivemos o meetup “Women @ Microsoft Communities”, onde reunimos algumas das principais influenciadoras das comunidades de tecnologia, utilizando tecnologias Microsoft.

29513133_1890931160955155_629169944176563059_n

Tive a grande oportunidade de poder me reunir a Vivian e Dani, e bater um papo com a galera presente sobre DevOps e Azure.

Se quiser saber um pouco mais, acesse a gravação Women@MicrosoftCommunities

E não esqueça de seguir o canal WoMakersCode 🙂

Slides da apresentação: “DevOps e Azure. Uma combinação perfeita!”

 

Até mais, pessoal!

QAXperience 2018 – QA e DevOps!

Olá pessoal!

 

Nos dias 21,22 e 23 de março, tivemos o QAXperience.

Capture.PNG

Um evento totalmente focado em QA e DevOps, com diversos palestrantes especialistas na área.

Tive o prazer de estar palestrando no dia 22, onde pude falar sobre um tema recente: DevTest.

Nesta palestra discutimos o que é o conceito de DevTest, ferramentas do mercado nos quais utilizam este conceito e como ele pode ajudar a dar autonomia ao seu time.

Se quer rever as apresentações realizadas em todos os 3 dias, acesso o canal do QANinja no youtube. Lá temos a gravação de todos os dias 🙂

E se você quer dar uma olhadinha no 2° dia, para saber um pouco mais sobre DevTest, acesse:

QAXperience – 1° dia

QAXperience – 2° dia

QAXperience – 3° dia

Slides da apresentação realizada: “DevTest: dando autonomia ao meu time. Funciona?”

 

Até mais, pessoal!

 

“O Palco é Delas” – Azure

Olá pessoal!

No último dia 15/03, tivemos mais uma edição do evento “O Palco é Delas”, em homenagem ao mês da mulher.

A comunidade Developers-SP teve como iniciativa realizar diversos eventos, com diversos temas diferentes durante o mês de março. E detalhe: somente com palestrantes mulheres 😉

Azure, Front-End, Java, IA … 

“Se já é dificil encontrar mulheres em tecnologia, imagine encontrar palestrantes … “

A pergunta básica quando realizamos eventos como estes.

 

E a resposta está ai.

Diversas palestrantes, especialistas nos temas mencionados, dispostas e (super) animadas em ter este tipo de oportunidade de compartilhar conhecimento e experiências com demais pessoas.

Eu e a super Morganna Giovanelli estivemos presentes com o tema Azure, falando sobre “Azure DevTest Labs”.

29216284_1789660237764745_3422759651993891756_n

Tivemos aproximadamente 2 horas de conteúdo (teórico e prático) e muito bate-papo.

Obrigada novamente, pessoal!

 

Para quem quiser dar uma olhadinha no conteúdo que utilizamos na apresentação: Azure DevTest Labs

E para aqueles que não puderam comparecer, fiquem ligados nos eventos realizados pela comunidade Developers-SP: Meetup

Em breve, muitas novidades!

Fiquem ligados!

Redes sociais: Facebook

 

Até mais, pessoal!

 

 

Meu primeiro MVP Summit

Olá pessoal!

Semana corrida, cheia de palestras e networking. Conhecendo um novo país e líderes de comunidades em todo o mundo.

Este é o MVP Global Summit.

Como vocês já devem ter acompanhado, em janeiro recebi o título de MVP pela Microsoft.

Mas o que é MVP?
MVP: Most Valuable Professional
Traduzindo: Profissional mais valioso.

Este prêmio é entregue a líderes de comunidades, nos quais vem realizando um trabalho impactante nas comunidades. Vem ajudando a comunidade diariamente, com paixão pelo que faz.

E como um dos benefícios por recebermos e mantermos nosso trabalho nas comunidades, temos anualmente o MVP Global Summit. Um Evento realizado na sede da Microsoft em Redmond, reunindo todos os MVPs do mundo, onde em uma semana aprendemos com lendas da Microsoft e realizamos networking com demais MVPs presentes.

Como recebi a premiação em janeiro (exatamente em 02/01), não tinha passaporte e muito menos visto, já imaginem a correria no qual foi para colocar minha presença como confirmada neste evento para este ano.
Mas como brasileira e filha do Sr. Joaquim, não desisto nunca 😉

Recebemos como presente por nossa nomeação, a viagem para o evento por conta de nossa Consultoria: a ESX (e que presentão, hein!)
Hoje temos na ESX, aproximadamente 6 MVPs trabalhando conosco.

Enfim, com passaporte e visto em mãos (e claro, a passagem rs), embarcamos para Seattle, rumo ao MVP Summit.

Lembrando também que todo MVP assina um termo com a Microsoft, onde não podemos divulgar certas informações, principalmente neste evento.

E lá pude conhecer não só MVPs de outros países do mundo, mas tive a oportunidade de me conectar a demais MVPs do nosso país, de outras categorias, nos quais não temos contato ao longo do ano (devido aos trabalhos nas comunidades, etc).

Não posso deixar de mencionar meus companheiros de viagem: Angelo, Thamirys, Raphael, Vitor, Erick e Rubens. Companheiros de Casa, passeios, Summit e lives no avião.

Não tenho palavras para descrever o quão boa e impactante foi minha primeira experiência com este evento.

Foi cansativo? Sim!
Meu inglês foi ruim? Muito!!

Mas isso não me tirou a vontade de poder aprender mais, em todos os dias em que participamos deste evento.

Resumindo o evento em uma palavra: FANTÁSTICO.

Se você quer saber mais sobre o programa MVP, como se tornar, etc … Acesse o link: #MVPBuzz 04

Aqui eu e Vivian batemos um papo na MS, com o Glauter (nosso gerente do programa MVP).

Beijos pessoal.

Até a próxima!

Microsoft MVP 2018-2019

No último dia 02/01 recebi o prêmio Microsoft MVP! (que ótima maneira de começar o ano, hein!?)

WhatsApp Image 2018-01-11 at 18.02.42

E não poderia deixar de publicar meus agradecimentos 🙂

 

Antes de mais nada, o que é MVP (Most Valuable Professional)?

Esse prêmio é conferido a excepcionais líderes técnicos de comunidade que compartilham sua notável paixão, seu conhecimento do mundo real e sua expertise técnica com outras pessoas demonstrando empenho exemplar.

 

Quer saber mais sobre o programa? Acesse https://mvp.microsoft.com/

Quer encontrar um MVP no mundo ou no Brasil? Acesse https://mvp.microsoft.com/en-us/MvpSearch?kw=&x=16&y=12

 

Agradecimentos

Tantos agradecimentos …

Primeiramente quero agradecer a Deus.

Agradeço a toda comunidade que acompanha meu trabalho e demais companheiros de área. Vocês são demais! Sem vocês isto não seria possível.

Aos meus pais, familia e namorado, que sempre compreenderam minhas ausências aos finais de semana e continuaram a me motivar e apoiar, sempre.

Aos meus amigos que apoiam meu trabalho na comunidade.

Aos meus companheiros de trabalho, que foram os maiores responsáveis por estar realizando este trabalho e são meus maiores criticos! Rs

 

Espero poder contribuir no minimo o dobro (ou mais!) do que realizei no último ano, e que leve um pouco mais de inspiração as mulheres que tem vontade de ingressar na área e muitas vezes ficam receosas. E compartilhar conteúdo de qualidade a vocês.

 

Lembrem-se: podem me contatar através das redes sociais, e-mail, etc.

Dúvida sobre algum tema no qual abordei em alguma palestra ou mesmo aqui?

Sugestões de melhorias ou para novos posts e palestras? Podem me chamar 🙂

 

MUITO OBRIGADA novamente a todos vocês!

 

Um grande abraço.

 

Até mais

4° Cloud Girls SP – Microsoft

Olá galerinha!

No último dia 26/09, tive a oportunidade e convite realizado pelo Danilo Alves (CloudBR/Cloud Girls SP), para poder dividir um pouco de conhecimento e experiências de como levar sua aplicação para a nuvem, utilizando Microsoft Azure.

Este evento foi realizado pelo grupo Cloud Girls SP, na Microsoft aqui em São Paulo.

cloud girls sp

Um grupo sensacional, destinado a eventos de tecnologia voltada a Cloud, para mulheres 🙂

Venha conhecer: https://www.meetup.com/pt-BR/Cloud-Girls-Sao-Paulo/

 

Este evento contou com aproximadamente 60 mulheres, 3 palestrantes e muito conteúdo.

Rolou até entrega de vouchers de Azure para utilização (Obrigada Microsoft!) 🙂

 

Estive com a palestra “Levando meu desenvolvimento para nuvem, com Microsoft Azure”.

Pude falar um pouco de conceitos (IaaS, PaaS e SaaS), ferramentas disponibilizadas pela Microsoft para utilização com Azure e integração com VSTS.

Seguem slides da minha apresentação: Levando meu desenvolvimento para nuvem, com Microsoft Azure

Mais conteúdo, em breve  🙂

 

E fiquem ligadas meninas! 5° Cloud Girls SP  para o próximo dia 26/10 🙂

Se inscrevam: https://www.meetup.com/pt-BR/Cloud-Girls-Sao-Paulo/events/243969673/

 

Valeu pessoal!

Até a próxima! 🙂

 

 

 

Conhecendo o Azure DevTest Labs

Olá pessoal!

Hoje vamos falar sobre um assunto bem bacana, no qual venho apresentando em minhas últimas palestras.

Azure DevTest Labs

azure devtest labs

Para quem não conhece, o Azure DevTest Labs é uma ferramenta da Microsoft Azure, no qual veio para ajudar na entrega de ambientes de desenvolvimento e teste.

Mas antes de falarmos sobre ele, vamos rever alguns conceitos:

 

O que é DevTest?

Disponibilizar mais funcionalidades com maior rapidez — mantenha o ritmo com conjunto completo de ferramentas de desenvolvimento e teste para a sua equipe colaborar e concretizar à velocidade da cloud.

Crie rapidamente ambientes de desenvolvimento e teste consistentes e à sua medida através de uma infraestrutura dimensionável a pedido.

“Em vez de dizermos às pessoas para aguardarem seis meses por uma nova funcionalidade, podemos disponibilizá-la em poucas semanas (…)“
Johan Krebbers, CTO de TI e VP da TaCIT Architecture, Shell Global Solutions International

E hoje já mudamos este cenário, onde um ambiente pode ser entregue em pouco minutos 🙂

 

Em quanto tempo você entrega um ambiente?

1 dia, 1 semana, 1 mês … 6 meses?

Infelizmente estes prazos podem ser realidade para algumas empresas ainda.

Quais são os principais fatores para estes prazos?

– Dependência de outro time, geralmente Infraestrutura
– Custos
– Aprovações
– Processo manual

 

Conhecendo o Azure DevTest Labs

 

devtest-simplify-cost-management

 

– Ambientes de desenvolvimento/teste rápidos, fáceis e descomplicados
– Provisione rapidamente ambientes de desenvolvimento e de teste
– Minimize desperdícios com cotas e políticas
– Configure desligamentos automatizados para minimizar custos
– Compile ambientes Windows e Linux

E você consegue utilizar integrado com sua ferramenta de colaboração …

 

devtest-integrate

 

Utilize em seu processo de CI/CD no VSTS 🙂

Figure21

Baixe a task diretamente no Visual Studio Marketplace:

Figure11

E ai? Está esperando o que para começar a usar? 😉

Nos próximos posts vamos falar com um pouco mais de detalhes, sobre sua utilização.

Valeu pessoal!

Até a próxima!

Criando um novo Service Endpoint no VSTS

Olá galera!

Hoje vamos falar um pouco sobre a criação de Service Endpoint no VSTS.

 

Primeiramente, o que são?

Service Endpoints são um caminho no qual o VSTS utiliza para realizar conexões de serviços ou sistemas externos.

 

Onde posso encontrá-los?

Após acessar seu Team Project, podemos localizá-los no caminho abaixo

Ícone de engrenagem -> Services

img_1

Clicando em “New Service Endpoint” temos

img_2

Como vocês podem ver, temos diversas opções de criação no qual podem ir de Azure Classic até Visual Studio Mobile Center.

img_3

 

Hoje vamos falar um pouco sobre “Azure Classic” e “Azure Resource Manager”

O que são?

Azure Classic: endpoint utilizado para conexão com sua Subscription e recursos clássicos do Azure.

Azure Resource Manager: endpoint utilizado para conexão com sua Subscription e recursos ARM (Azure Resource Manager) do Azure.

 

Criando um Service Endpoint Azure Classic

img_4

Existem dois tipos de autenticação

Credentials: informações de credenciais de sua Subscription Azure.

Certificate Based: informações de certificado vinculado a sua Subscription Azure.

 

Criando através de Credentials

Para ambos os tipos de conexão, existe um link abaixo chamado “publish settings file”, no qual será encarregado pela geração e extração destes valores para você, através de um arquivo com extensão .publishsettings.

img_5

Insira dos dados de conexão solicitados, de acordo com as informações geradas no arquivo acima.

Username e Password: mesmo login no qual utiliza para o VSTS.

Após isto, você terá uma conexão criada conforme abaixo:

img_6

Criando um Service Endpoint Azure Resource Manager

img_7

Para criação de um novo Service Endpoint Azure Resource Manager, é mais simples e fácil.

Como podemos ver abaixo, ele já identifica as subscriptions ativas para o usuário no qual utiliza em seu VSTS, listando para você.

Você só precisa inserir um nome para sua conexão e selecionar a Subscription desejada.

img_8

img_9

Um exemplo de utilização destas conexões:

img_10

Este é um exemplo de utilização, com a Task Azure File Copy em uma nova Release Definition.

Para a seleção da conexão desejada, você pode utilizar o campo Azure Connection Type, como podemos visualizar acima.

Em seguida você poderá selecionar as demais informações solicitadas (Azure Subscription, Storage Account, etc).

img_11

Bom pessoal, isto foi só uma introdução sobre como podemos criar um novo Service Endpoint, sendo para Azure ou outro serviço/sistema externo.

 

Um beijo a todos.

Até a próxima!

Azure DevTest Labs com SaaS

Olá galerinha!

 

No último sábado estive palestrando no Global Azure BootCamp, onde tive a oportunidade de dividir um pouco com vocês sobre o Azure DevTest Labs.

E tivemos uma dúvida gerada durante esse bate-papo …

Consigo implementar o Azure DevTest Labs em uma infraestrutura, utilizando o modelo Saas (Software como Serviço)?

 

Primeiramente, o que é SaaS? O são estes modelos?

Existem vários modelos aplicáveis a uma infraestrutura, utilizando Cloud Computing, porém vamos falar sobre 3 aqui.

Resumidamente são:

SaaS – Software as a Service (Software como Serviço): É um modelo onde a aquisição e/ou utilização de um software não está relacionado a compra de licenças, ou seja, você utiliza algum software e paga por sua utilização.

IaaS – Infrastructure as a Service (Infraestrutura como Serviço): Neste modelo você contrata sua infraestrutura como serviço, que é a contratação de servidores virtuais (e outros dispositivos de infraestrutura) ao invés de comprar servidores, roteadores, racks e outras “caixas” de hardware.

PaaS – Platform as a Service (Plataforma como Serviço): Proporciona uma plataforma mais robusta e flexível para a utilização de muitos recursos de tecnologia, onde é possível a utilização de softwares de maneira mais flexível, sendo possível desenvolver suas próprias aplicações baseadas em alguma tecnologia (framework, linguagem etc.)

what-is-saas

Estaremos falando um pouco mais sobre eles, em um novo post 😊

 

Utilizando o conceito de DevTest, temos algumas soluções aplicáveis:

IaaS: Neste modelo é aplicável a utilização do Azure DevTest Labs.

IaaS

 

Já nestes modelos abaixo temos soluções, porém não sendo utilizado o Azure DevTest Labs.

PaaS

PaaS

 

Microserviços

Microservices

 

Resumindo, não temos uma solução proposta pela Microsoft para SaaS, independente da utilização do conceito de DevTest ou da ferramenta Azure DevTest Labs.

SaaS (Software como serviço) não tem uma dependência de recursos, exemplo de virtual machine. Sendo assim, neste primeiro momento não se “encaixaria” em um processo utilizando DevTest e Azure DevTest Labs.

 

Bom pessoal, espero que tenham gostado e qualquer dúvida ou sugestão, aguardo o contato de vocês!

 

Até a próxima!

Abraços