Inclua um login automático com Azure em seus scripts PowerShell

Olá galera!

Para quem está cansado de fazer login a cada utilização de um comando em PowerShell, com módulos Azure, aqui vai uma dica para “fixar” este login, deixando-o automático.

Execute passo-a-passo individualmente:

#Passo 1: Logar em sua conta

Login-AzureRMAccount

 

img_01

img_02

Salve as informações acima.

 

#Passo 2: Selecione a subscription no qual deseja utilizar (Obs: Se quiser trocar de subscription, devemos executar o script novamente)

Get-AzureRmSubscription | Out-GridView -OutputMode Single -Title ‘Select the Azure Subscription!’ | Set-AzureRmContext

img_03

img_04

#Passo 3: Crie um novo aplicativo registrado em seu AD (Active Directory), onde estarão salvas suas credenciais.

$VSSPNAADApp = New-AzureRmADApplication -DisplayName “VisualStudioSPN”

-HomePage “https://VisualStudio/SPN”

-IdentifierUris “https://VisualStudio/SPN”

-Password ‘entre com sua senha’

 

#Passo 4: Armazene o ID de aplicativo para a aplicação AD acima criada

$Appid = $VSSPNAADApp | Select -ExpandProperty ApplicationID

 

#Passo 5: O Serviço Prinicipal é uma instância de um aplicativo em um diretório que precisa acessar outros recursos.

#Crie um Serviço Principal em seu Azure AD

New-AzureRmADServicePrincipal -ApplicationId $VSSPNAADApp.ApplicationID

img_05

#Passo 6: Conceda acesso ao Serviço Prinicpal para acessar recursos no meu resource group <seu resource group>

New-AzureRmRoleAssignment -RoleDefinitionName Contributor

-ServicePrincipalName $VSSPNAADApp.ApplicationId

-ResourceGroupName VSSPNAADApp  #existing resource group

 

img_06

#Passo 7: Exportar credenciais para o disco (criptografado usando DAPI)

Get-Credential -UserName $VSSPNAADApp.ApplicationId -Message ‘entre com sua senha’ | Export-CLixml -Path “$(Split-Path -path $profile -Parent)\VSSPNAADApp.xml”

img_07

Entre com sua senha.

 

#Passo 8: Autentique utilizando seu Serviço Principal

$cred = Import-Clixml -Path “$(Split-Path -path $profile -Parent)\VSSPNAADApp.xml”

 

#Passo 9: Autentique utilizando seu Serviço Principal

Add-AzureRmAccount -ServicePrincipal -Credential $cred -TenantId ‘entre com seu tenant id’

Write-Host “Successfully logged in using saved profile file” -ForegroundColor Green

 

img_08

 

 

#Passo 10 (opcional): Insira os comandos de login no perfil do windows powershell

notepad $profile

 

Ele abrirá o bloco de notas com o arquivo de perfil do Windows Powershell.

Insira os comandos dos passos 8 e 9 e salve o arquivo.

Feche-o.

 

img_09

Feche o Windows Powershell.

Abrindo-o novamente, você poderá notar que o login se realizará automaticamente.

 

img_10

img_11

 

Caso opte por não realizar a alteração no arquivo de perfil do Windows Powershell, a cada nova utilização da ferramenta, incluía os comandos referentes aos passos 8 e 9:

 

#Passo 8: Autentique utilizando seu Serviço Principal

$cred = Import-Clixml -Path “$(Split-Path -path $profile -Parent)\VSSPNAADApp.xml”

 

#Passo 9: Autentique utilizando seu Serviço Principal

Add-AzureRmAccount -ServicePrincipal -Credential $cred -TenantId ‘entre com seu tenant id’

Write-Host “Successfully logged in using saved profile file” -ForegroundColor Green

 

Exemplo de utilização:

#Passo 8: Autentique utilizando seu Serviço Principal

$cred = Import-Clixml -Path “$(Split-Path -path $profile -Parent)\VSSPNAADApp.xml”

#Passo 9: Autentique utilizando seu Serviço Principal

Add-AzureRmAccount -ServicePrincipal -Credential $cred -TenantId ‘entre com seu tenant id’

Write-Host “Successfully logged in using saved profile file” -ForegroundColor Green

Get-AzureRmResourceGroup

 

img_12

 

Até a próxima, pessoal! 🙂

Anúncios

Criando um novo Service Endpoint no VSTS

Olá galera!

Hoje vamos falar um pouco sobre a criação de Service Endpoint no VSTS.

 

Primeiramente, o que são?

Service Endpoints são um caminho no qual o VSTS utiliza para realizar conexões de serviços ou sistemas externos.

 

Onde posso encontrá-los?

Após acessar seu Team Project, podemos localizá-los no caminho abaixo

Ícone de engrenagem -> Services

img_1

Clicando em “New Service Endpoint” temos

img_2

Como vocês podem ver, temos diversas opções de criação no qual podem ir de Azure Classic até Visual Studio Mobile Center.

img_3

 

Hoje vamos falar um pouco sobre “Azure Classic” e “Azure Resource Manager”

O que são?

Azure Classic: endpoint utilizado para conexão com sua Subscription e recursos clássicos do Azure.

Azure Resource Manager: endpoint utilizado para conexão com sua Subscription e recursos ARM (Azure Resource Manager) do Azure.

 

Criando um Service Endpoint Azure Classic

img_4

Existem dois tipos de autenticação

Credentials: informações de credenciais de sua Subscription Azure.

Certificate Based: informações de certificado vinculado a sua Subscription Azure.

 

Criando através de Credentials

Para ambos os tipos de conexão, existe um link abaixo chamado “publish settings file”, no qual será encarregado pela geração e extração destes valores para você, através de um arquivo com extensão .publishsettings.

img_5

Insira dos dados de conexão solicitados, de acordo com as informações geradas no arquivo acima.

Username e Password: mesmo login no qual utiliza para o VSTS.

Após isto, você terá uma conexão criada conforme abaixo:

img_6

Criando um Service Endpoint Azure Resource Manager

img_7

Para criação de um novo Service Endpoint Azure Resource Manager, é mais simples e fácil.

Como podemos ver abaixo, ele já identifica as subscriptions ativas para o usuário no qual utiliza em seu VSTS, listando para você.

Você só precisa inserir um nome para sua conexão e selecionar a Subscription desejada.

img_8

img_9

Um exemplo de utilização destas conexões:

img_10

Este é um exemplo de utilização, com a Task Azure File Copy em uma nova Release Definition.

Para a seleção da conexão desejada, você pode utilizar o campo Azure Connection Type, como podemos visualizar acima.

Em seguida você poderá selecionar as demais informações solicitadas (Azure Subscription, Storage Account, etc).

img_11

Bom pessoal, isto foi só uma introdução sobre como podemos criar um novo Service Endpoint, sendo para Azure ou outro serviço/sistema externo.

 

Um beijo a todos.

Até a próxima!

Azure DevTest Labs com SaaS

Olá galerinha!

 

No último sábado estive palestrando no Global Azure BootCamp, onde tive a oportunidade de dividir um pouco com vocês sobre o Azure DevTest Labs.

E tivemos uma dúvida gerada durante esse bate-papo …

Consigo implementar o Azure DevTest Labs em uma infraestrutura, utilizando o modelo Saas (Software como Serviço)?

 

Primeiramente, o que é SaaS? O são estes modelos?

Existem vários modelos aplicáveis a uma infraestrutura, utilizando Cloud Computing, porém vamos falar sobre 3 aqui.

Resumidamente são:

SaaS – Software as a Service (Software como Serviço): É um modelo onde a aquisição e/ou utilização de um software não está relacionado a compra de licenças, ou seja, você utiliza algum software e paga por sua utilização.

IaaS – Infrastructure as a Service (Infraestrutura como Serviço): Neste modelo você contrata sua infraestrutura como serviço, que é a contratação de servidores virtuais (e outros dispositivos de infraestrutura) ao invés de comprar servidores, roteadores, racks e outras “caixas” de hardware.

PaaS – Platform as a Service (Plataforma como Serviço): Proporciona uma plataforma mais robusta e flexível para a utilização de muitos recursos de tecnologia, onde é possível a utilização de softwares de maneira mais flexível, sendo possível desenvolver suas próprias aplicações baseadas em alguma tecnologia (framework, linguagem etc.)

what-is-saas

Estaremos falando um pouco mais sobre eles, em um novo post 😊

 

Utilizando o conceito de DevTest, temos algumas soluções aplicáveis:

IaaS: Neste modelo é aplicável a utilização do Azure DevTest Labs.

IaaS

 

Já nestes modelos abaixo temos soluções, porém não sendo utilizado o Azure DevTest Labs.

PaaS

PaaS

 

Microserviços

Microservices

 

Resumindo, não temos uma solução proposta pela Microsoft para SaaS, independente da utilização do conceito de DevTest ou da ferramenta Azure DevTest Labs.

SaaS (Software como serviço) não tem uma dependência de recursos, exemplo de virtual machine. Sendo assim, neste primeiro momento não se “encaixaria” em um processo utilizando DevTest e Azure DevTest Labs.

 

Bom pessoal, espero que tenham gostado e qualquer dúvida ou sugestão, aguardo o contato de vocês!

 

Até a próxima!

Abraços

Global Azure BootCamp 2017

Ola galerinha!

No último sábado (22) tivemos mais um Global Azure BootCamp.

Um evento global sobre tecnologias utilizadas com Microsoft Azure, sendo realizado em diversas cidades do mundo.

E este ano, tive a grande oportunidade de poder estar palestrando em São José dos Campos, na ETEP, falando um pouco mais sobre Azure DevTest Labs.

Quer saber um pouco mais? Acesse o link abaixo com apresentação

Em breve estarei postando aqui para vocês, o vídeo falando sobre o assunto.

Azure DevTest Labs

 

Abraços

Até a próxima!

Meu primeiro Devops Summit Brasil

Olá galerinha!

No último sábado (01/04) tive a grande oportunidade de poder participar e compartilhar com vocês sobre um tema bem legal no evento Devops Summit Brasil, realizado na Microsoft em São Paulo.

Você conhece DevTest? DevTest Labs? Templates ARM?

DevTest Labs é uma ferramenta que veio para ajudar na criação de novos ambientes de Teste e Desenvolvimento, automatizando seu processo através de laboratórios e assim melhorando o processo como um todo, além de como um de seus pontos principais sendo a redução de custos com recursos.

Ok, esta ferramenta é SENSACIONAL!! Eu (Jaqueline) já utilizei, recomendo e utilizaria novamente!

Porém, como todo processo ou ferramenta, podemos ter alguns pontos nos quais podem não de adequar ao seu dia-a-dia, a sua empresa ou sem cliente.

Em qual situação eu não poderia utilizar a ferramenta? Existe outra solução similar?

Uma das respostas para as questões acima seria ARM template.

Nesta palestra estarei explicando um pouco do conceito de DevTest, sobre a ferramenta DevTest Labs e se não conseguir utilizá-la, qual seria este plano B.

DevOpsSummitBrasil_DevTest_sem_DevTestLabs

Abaixo seguem algumas referências sobre o assunto:

Criar imagem VM

https://docs.microsoft.com/pt-br/azure/virtual-machines/windows/capture-image

Azure DevTest Labs

https://azure.microsoft.com/pt-br/services/devtest-lab/

ARM Templates

https://docs.microsoft.com/en-us/azure/azure-resource-manager/resource-group-authoring-templates

Criando seu primeiro ARM template

https://docs.microsoft.com/en-us/azure/azure-resource-manager/resource-manager-create-first-template

Visual Studio Marketplace

https://marketplace.visualstudio.com/

Ah, e comentem com seus feedbacks!

Até a próxima!

Primeiros passos com Release Management

Olá pessoal!

Na última segunda-feira (22/08) realizei a apresentação do primeiro modulo para iniciar com a ferramenta Release Management.

Uma ferramenta muito bacana, para trabalhar com deploys automatizados.

Ficou curioso? Participe do canal MSP Coding at Night no youtube, e não deixe de acompanhar. Além deste, teremos muitos outros vídeos e com demais assuntos.

Vale a pena conferir.

Segue o link abaixo:

Espero que gostem e fiquem ligados para os próximos!

Ah, e não deixem se seguir o canal MSP Coding at Night

 

Beijos a todos (as)!

Até a próxima!

Minha palestra, no III EMTBS

Olá galerinha!

Neste último sábado, tive a oportunidade de palestrar no 3 Encontro Metropolitano de Tecnologia, da Baixada Santista (EMTBS) – https://doity.com.br/3emtbs

Um encontro com vários profissionais da área de Tecnologia da Informação,  onde através das palestras e bate-papos, pudemos compartilhar conhecimentos e trazer até vocês as mais novas tecnologias e novidades do mercado.

Realizei a palestra sobre SonarQube, uma excelente ferramenta voltada ao Gerenciamento de Qualidade de seu código, Open Source (alguns Plugins podem ser pagos).

Apesar da ferramenta ter como funcionalidade principal o Gerenciamento de Qualidade, no link abaixo, vocês verão uma palestra focando também no Gerenciamento de Débito Técnico, um conceito muito utilizado em times de desenvolvimento.

Link com slides:

Gerenciando seu Débito Técnico, utilizando SonarQube e Team Foundation Server 2015

Beijos e até a próxima!

Jaqueline Ramos